Além disso, cole esse código imediatamente após a tag de abertura :

Sonha com sua cidadania? Nós podemos lhe ajudar!

Nossos serviços

A Simonato nasceu junto com o meu sonho de me tornar uma cidadã européia, percorri um trajeto complicado, onde ocorreram inúmeros problemas para concluir o meu reconhecimento de cidadania italiana, eu imaginei que assim como eu, haveriam 30 milhões de descendentes de italianos nascidos no Brasil que possivelmente teriam inúmeras dificuldades para conseguir realizar o seu sonho.

Conheça nosso canal no YouTube

Criado para você entender melhor como tudo funciona.

Clique e saiba mais

A experiência dos nossos queridos clientes e amigos.

Quer saber a opinião de quem escolheu a Simonato? Confira depoimentos de clientes que fizeram o processo, desde a etapa brasileira até a fase italiana.

Simonato Cidadania Italiana

Por que escolher a Simonato?

Nossa empresa atua no Brasil e na Itália, sendo a única no mercado a realizar o processo do início ao fim sem intermediários, sem “jeitinhos”

Cidadania italiana guia completo

Clique e saiba mais

Perguntas frequentes

Isso depende exclusivamente do formato que escolher para fazer o seu reconhecimento, se optar pelo processo administrativo com a Simonato você terá no final do seu reconhecimento sua CARTA D’IDENTITA ELETRÔNICA E SEU PASSAPORTE, agora se optar pela processo judicial com a Simonato você receberá sua certidão de nascimento e ou casamento transcrito para o italiano no final do processo, devendo fazer o seu passaporte diretamente no consulado da sua região, agora se optar por fazer o seu processo via consulado, neste caso terá que verificar diretamente com o mesmo, variando de acordo com cada consulado.

Você poderá residir em quaisquer países que compõem a União Européia, com os mesmos direito que qualquer cidadão europeu.

Sim, você pode levar acompanhante durante o período do seu processo, porém o seu acompanhante só poderá permanecer na Itália pelo período de 3 meses devendo retornar ao Brasil se porventura seu processo durar mais que 3 meses.

Você deverá comprovar residência na Itália pelo tempo que durar o processo, a lei italiana diz que você precisa comprovar residência na Itália para fazer o seu reconhecimento, desta forma a Simonato tem toda a estrutura de hospedagem e assessoria para lhe atender durante todo o tempo para a conclusão da sua cidadania.

Sim, se você reconhecer a sua cidadania seja ela em qualquer formato o seu filho menor terá esse direito automaticamente após o seu reconhecimento.

Sim, você precisará alterar seu sobrenome para o sobrenome correto a que se refere a sua descendência, é um mal necessário para garantirmos o sucesso do seu investimento.

Costumamos dizer que a análise é o CORAÇÃO DO SEU PROCESSO, quando você passa suas certidões pela análise de um especialista, é possível garantir que seu processo terá êxito no final, proporcionando a garantia ao seu investimento.

Retificação de documentos é uma forma de corrigir todas as divergências que houver nas certidões que compõem o seu processo, e devem ser feitas sempre que houver divergências, sejam elas abrasileiramentos, datas, etc. Você pode fazer as retificações de maneira administrativa ou via judicial, sendo a primeira feita diretamente no cartório e a segunda através de ação judicial no MP do Brasil.

Os erros e divergências são normais devido a falta de instruções da época, sendo importante fazer as retificações dos mesmos, a fim de deixar todos os documentos em perfeita concordância para o processo, sejam eles feitos em quaisquer formatos.

Quando se tem uma mulher na Linha é importante entender a regra, e ela diz que quando aparecer a primeira mulher na linha os descendentes dessa mulher, que nascerem ANTES DE 1º de JANEIRO DE 1948, SÓ poderão requerer a sua cidadania pelo formato do processo MATERNO JUDICIAL, caracterizando o seu caso como LINHA MATERNA.

Este formato é ideal para aquele descendente que pode esperar por uma década. SIM, o processo feito via consulado pode levar 6, 10, 15 anos, e o descendente deve inscrever-se em uma fila no consulado da sua jurisprudência, e esperar ser chamado para apresentar os documentos, isso poderá levar muito tempo e num geral o consulado vive aprontando com os descendentes, negando direto por qualquer bobagem.

Este formato é ideal para aquele descendente que pode esperar o prazo médio de 24 meses para se tornar cidadão italiano, neste formato você não precisará morar na Itália e nem depender do consulado, você fará o seu reconhecimento sendo representado por um advogado que entrará com uma ação judicial no tribunal de Roma, esse formato é perfeito para quem não pode se ausentar do Brasil pelo tempo do processo administrativo e nem deseja esperar por 15 anos para reconhecer via consulado.

Este formato é ideal para aquele descendente que tem muita pressa e deseja obter a sua cidadania num prazo de 3 a 6 meses, lembrando que se optar por esse formato você precisará morar na Itália pelo tempo do processo de reconhecimento.

Atualmente você pode requerer a sua cidadania de 3 formas distintas: Processo administrativo, feito na Itália, Via consular usando o consulado da sua região, e ainda por meio judicial onde você nem usa o consulado e nem precisa ir à Itália sendo feito direto no tribunal de Roma.

Você não perde o direito por ter alguma mulher na linha ou até mesmo por ter uma linha composta de mulheres, o que muda é o formato do processo para requerer a sua cidadania.

Existem duas formas de conseguir os seus documentos, a primeira seria você iniciar a emissão das certidões de você para trás, onde a cada certidão localizada você vai encontrar informações importantes para a próxima busca. Agora se usando este método porventura você ainda não conseguiu localizar todos os documentos, ou ainda se você não tem tempo para efetuar essa pesquisa, aconselhamos que contrate um pesquisador genealógico para montar sua árvore e localizar suas certidões.

Esse termo se refere ao direito que todo cônjuge casado civilmente com um descendente reconhecido cidadão italiano tem de solicitar a sua naturalização por matrimônio, esse direito se dá a todo esposo ou esposa de cidadão italiano que seja casado civilmente a mais de 3 anos se não tiver filhos, e aos casados a mais de um ano e meio para aqueles que tiver filhos menores, devendo o mesmo solicitar ao governo italiano a sua naturalização por ser casado com o cidadão italiano.

O cônjuge não tem o direito ao reconhecimento de cidadania propriamente dito, ele terá o direito a fazer a NATURALIZAÇÃO POR MATRIMONIO, porém é importante saber que mesmo ele não tendo o direito à cidadania ele poderá morar, trabalhar, estudar, ter saúde pública e todos os demais direito que o descendente venha ter, mesmo sem pedir a sua naturalização por matrimônio.

Para iniciar o processo de cidadania você precisa localizar as certidões de nascimento, casamento e óbito de toda sua linha de ascendentes, do italiano até você.

Não é preciso ter o sobrenome para ter o direito à cidadania, a comprovação da legitimidade do direito, se dá pelo sangue italiano, costumamos dizer que somos italianos nascidos fora da Itália, porém corre em nossas veias o sangue italiano.

Orçamento