Além disso, cole esse código imediatamente após a tag de abertura :

Cidadania via materna judicial

Para aqueles que descendem de uma mulher e enquadram-se na Lei de 1948, é possível contar com a Simonato. Nossa empresa atua na Itália defendendo os direitos daqueles que precisam requerer o processo por via judicial materna.

Preparamos toda a sua documentação e montamos sua pasta no Brasil, indicamos nossos advogados italianos especialistas em imigração, de confiança para proceder com o seu requerimento via judicial materna.

Prosseguir com tal requerimento com os profissionais que já comprovamos a seriedade proporciona tranquilidade para nossos clientes, que podem acompanhar seus processos em tempo real através do site do Tribunal.

Por que solicitar este serviço?

Veja quem já está curtindo a cidadania;)

Quem pode solicitar?

A cidadania italiana é um direito concedido pelo governo italiano a descendentes de italianos.

Segundo o consulado italiano, a cidadania italiana é transmitida a partir do(a) ascendente italiano(a)- nascido na Itália – aos descendentes, sem interrupção e sem limite de gerações. A única exceção se refere à descendência por parte materna, se a mulher na sua linha de ascendência, tiver tido filhos antes de 01/01/1948. De fato, caso haja uma mulher na linha de transmissão de cidadania (bisavó, avó, mãe), o procedimento é judicial diretamente na Italia. Em resumo, se você tem um parente italiano na sua ascendência, as chances são grandes de você ter direito!

Se você for casado com um italiano(a), também possível se naturalizar italiano. Para isso será preciso estar casado com o cônjuge italiano por um determinado período de anos em um período mínimo que varia de 1 a 3 anos.